Avaliação de Filhotes

Olá pessoal tudo bem?

A Tudo de Cão disponibiliza um serviço muito bacana, nós fazemos a Avaliação de Filhotes para futuros donos. Na foto abaixo eu estou avaliando uma golden retriever muito linda para uma família que tem uma criança especial.

b2ap3_thumbnail_IMG_2410_20130107-134127_1.jpg

Entendendo as diferenças

Assim como nós, os cães possuem diferentes personalidades e temperamentos. De todos os cães que já conheci até hoje, nunca encontrei dois iguais. A idéia de que cães da mesma raça são iguais não é real. Existem sim as tendências da raça, influenciadas pela genética e por todo o processo de seleção realizado. Os border collies por exemplo devem ter um instinto de pastoreio, bem como nos golden retrievers de ótima linhagem, é desejável que estes possuam o instinto de retrieve, que é buscar a presa e trazê-la ao dono intacta.

Todas estas tendências precisam ser entendidas e no que elas repercutem no dia a dia de uma família. Voltando ao border collie, esta é uma raça que não costumamos recomendar, pela demanda de atividade mental e física que ela exige. É uma raça que está direcionada ao trabalho, são cães altamente fiéis mas geralmente à sua família, não costumam ser cães “people oriented”, ou seja, cães direcionados à pessoas, cujo objetivo principal é estar ao lado dela e agradá-las, mesmo que sejam desconhecidos. Seu forte instinto de pastoreio, se não suprido, pode se transformar até em agressividade.

Já um golden retriever têm a tendência à ser “people oriented” e seu instinto de retriever vai fazê-lo buscar meias, sapatos, revistas, controle remoto e entregar aos donos, ou então segurar nas mangas das blusas das pessoas quando está muito excitado, mas dificilmente você verá um golden retriever procedente de um bom criador agressivo com pessoas.

Por que avaliar um filhote?

Como disse anteriormente, cada indivíduo difere do outro. Por isso, antes de adquirir um filhote, é importante que a família se planeje minimamente e que a escolha seja adequada. Filhotes muitíssimo agitados podem se tornar um grande problema para pessoas idosas, filhotes medrosos podem não desempenhar a guarda adequadamente, assim como raças especificas podem não ter nada a ver com os objetivos da família, por mais que sejam lindas e que conquistem os corações mais resistentes em apenas 5 segundos. Muitas vezes a melhor opção é adotar um cão adulto, ao invés de um filhote! Depende de cada família e dos objetivos que ela deseja ao querer um amigo de quatro patas.

b2ap3_thumbnail_IMG_2531.jpg

Como funciona?

A família pode contratar este serviço na cidade de São Paulo – SP e arredores. O primeiro passo é entender o objetivo da aquisição do animalzinho, qual a rotina da família, entre outras informações. Depois o adestrador vai até o canil, ONG ou CCZ e avalia os filhotes ou adultos disponíveis, de preferência com a presença de alguém da família. Esta etapa costuma ser muito bacana pois o adestrador (a) vai explicando o passo a passo dos testes realizados, qual seria a resposta ideal e qual é a oferecida pelo cão. Pode acontecer de não encontrarmos o perfil do cão na primeira vez e sugerimos neste caso que a família espere um pouco mais. Depois de escolhido o cão, a família recebe um relatório via email de tendências e características do cão.

Dando continuidade

A escolha do cãozinho é a primeira fase do processo. Após ela, é preciso dar especial atenção à educação do cão, principalmente se for um filhote. Um erro muitíssimo comum é as pessoas procurarem ajuda somente após o cão começar a oferecer problemas, mas o problema dessa conduta é que o cão já aprendeu as coisas erradas. Quanto mais tempo a família demora para procurar ajuda, mais os comportamentos vão ficando enraizados e mais difícil é para modificá-los depois.

Por isso recomendamos aulas de adestramento particulares ou em grupo desde o começo, para evitar que o cãozinho aprenda as coisas erradas e conscientizar a família, direcionando os comportamentos do cão para que ele se transforme realmente no melhor amigo da família.

Todos os cães coterapeutas das equipes TAC e Terapia Cão Carinho que somos responsáveis são submetidos à Avaliação Anual e a situação ideal é que eles sejam escolhidos desde filhotes para esta função.

Para mais informações, entre em contato conosco! 🙂

By | 2017-01-18T11:43:11+00:00 Janeiro 7th, 2013|Categories: Blog|Tags: |1 Comentário

Um Comentário

  1. Maria Baptista 02/07/2013 em 01:47 - Responder

    Eu não tinha lido este post Sá! Muito bom 🙂

Deixar Um Comentário