É possível ensinar o seu cão a latir menos?

Nesse vídeo, Leonardo Ogata e Rafael dos Santos, tiram dúvidas dos participantes do CONOEC – Congresso Nacional Online de Educação Canina.

Esse vídeo é um trecho de uma Palestra Tira Dúvidas.

A dúvida foi:

– É possível ensinar o meu cão a latir menos?

Olha só:

Deixe o seu comentário!

By | 2017-01-18T11:43:03+00:00 agosto 18th, 2015|Categories: Blog|35 Comments

35 Comentários

  1. Aline Madeira Rosas 15/02/2016 em 15:15 - Responder

    Olá. E quando estes latidos estão associados a SAS (síndrome de ansiedade de separação)??? é eu sair de casa que as meninas começam a chorar, inclusive uivar desesperadamente. Sou veterinária, então entrei com amitripitilina (pretendo por 60 dias), talvez depois mudar para fluoxetina. Já coloquei aquele brinquedinho kong. Elas brincam um pouco, mas se eu sair, eles não distraem ela. Até comprei coleira anti-latido nos EUA que irão chegar em breve. Onde posso a ter acesso aos treinos que utilizam a hora do alimento para treinar? O que mais posso fazer??? Porque quando estou em casa elas são uns anjos. E antes morava em casa e elas latiam, mas não tanto. Agora é apartamento (tenho deixado elas soltas), mas vizinhos em apartamento é mil vezes pior né. I need a little help hear!!! rsrsrs

  2. claudia 21/02/2016 em 13:00 - Responder

    Gostei do vídeo,porem estou com um grande problema em casa. Tenho um yorkshire de 3 meses que a vida dele e morder e rosnar p mim e meu esposo. Ele não sabe ser dócil, brinca muito,porem a brincadeira dele e mordendo e rosnando. O que faço???? Me ajude.!!

  3. Gladys Sá 02/03/2016 em 07:46 - Responder

    OLÁ! Sobre as necessidades básicas, ainda fica a pergunta: e quando elas são devidamente atendidas e ainda assim o dono não consegue fazer com que o cão obedeça?
    E quando o cão já é adulto ou mesmo idoso?
    A castração pode beneficiar no caso de latidos em excesso?
    Muitas são as dúvidas sobre esta questão de latidos!!!

  4. Alcidio Pereira 25/04/2016 em 16:47 - Responder

    Para cada caso, uma realidade e solução. Primeiro caso, Labradores ou outros cães com o mesmo stress. Saia e observe, voltando de tempos em tempos. Começando por cinco minutos e dando broncas, até que se acalmem. Vai aumentando o tempo espaçado com mais ou menos e corrigindo. Na medida em que se comportarem, faça festa, agradecendo o comportamento bom. Cada cão que adestramos tem uma nova realidade, mas a maioria é o cuidado estipulado de comportamento. Na maioria das vezes agradam demais com carinhos excessivos, não cobrando nada deles, então quando ficam sozinhos querem a presença de quem não chama a atenção e só faz as vontades. Eu geralmente socializo nas ruas, com todo movimento e barulhos, melhoram muito para dentro do quintal. (R.Pinhalense).

  5. Gisele 09/05/2016 em 15:13 - Responder

    Moro em apartamento. O meu cachorro fica quietinho quando eu estou ausente, os próprios vizinhos me falam. Mas, quando eu estou em casa, é o tempo todo latindo. Ele late com qualquer barulhinho que ouve. Se um vizinho chega muito tarde, passo aperto porque ele late muito.
    Quando ele late, vai em direção ao barulho late e volta olhando pra mim. Parece que quer me mostrar que está alerta ou querendo me dar aviso de que algo está acontecendo.
    Tem dia que chego a ficar com dor de cabeça com os latidos.

  6. christiane 24/05/2016 em 13:06 - Responder

    Muito bom, Léo! Parabéns!!!

  7. Fabiana 09/06/2016 em 08:47 - Responder

    Léo
    Para um cachorro Yorkshire, quanto tempo de passeio ele já se sente cansado?

  8. Tatiana 23/06/2016 em 23:37 - Responder

    Gostei das dicas. Como trabalho muito tenho inserido as necessidades básicas da minha dachshund. Nossa, ela melhorou quase 100%. Só ainda não sei como socializá-la com outros cães.

  9. Cida Goes 26/06/2016 em 02:00 - Responder

    Foi muito esclarecedor. Acho que falta muita disciplina para os donos de cachorros.

  10. Isadora 12/02/2017 em 23:20 - Responder

    Olha… tenho um casal de tecktel… E eles latem muito… Por causa do cachorro vizinho. Meus cachorros são anti sociais… E latem e rosnam para qualquer um. Mas entre meus cachorros a fêmea é maior, mais forte… Ela é a alpha do macho. E toda hora eles brigam… Por qualquer coisa. Por tudo e por nada. A fêmea sempre faz o macho deitar no chão. Mas os dois ficam rosnando um para o outro e nada separa eles… É bem chato… Apesar de eu saber que eu também errei na formação deles. Só não consigo saber a onde exatamente…
    Eles rosnam e mordem um ao outro (sem tirar sangue nem nada… mas mesmo assim). A fêmea é mais anti social do que o macho… E eu não sei muito o que fazer com eles… Como sociabilizar os dois tanto com outros cães quanto com humanos e com eles mesmos… Para parar com essas brigas que ocorrem toda hora.
    Se vamos passear com eles… eles ficam puxando a coleira para se alcançarem e rosnando um para o outro.
    No carro é a mesma coisa…
    Em casa a fêmea sai correndo e derruba o macho e aí começa os rosnados.
    Se tiver alguma dica e solução… Eu vou ficar feliz em ouvir.

    Eu busco vídeos de cães… Mas nunca encontrei nenhum parecido com os meus.

Deixar Um Comentário