Preconceito por causa do seu estilo
Publicidade
Preconceito por causa do seu estilo
Tartelette in Bloom – Saiba por que ela é tão amada
Maquiagem
Tartelette in Bloom – Saiba por que ela é tão amada
Resenha: Máscara Escândalo da  Quem Disse Berenice?
Maquiagem
Resenha: Máscara Escândalo da Quem Disse Berenice?
Penteadeira dos sonhos: como montar a sua do zero
Morando Sozinho
Penteadeira dos sonhos: como montar a sua do zero
Os melhores batons líquidos nacionais
Maquiagem
Os melhores batons líquidos nacionais
Tutorial Sereia Dark Gótica para o Carnaval 2016
Maquiagem
Tutorial Sereia Dark Gótica para o Carnaval 2016
Geek e TecnologiaUsando “Sílica Gel” para evitar fungos nas lentes fotográficas
ModaComo usar boina?
Pets

Você tem um Cãoguru?

em 21/02/2015 por Sara Favinha

Imagine a cena: você está prontinho pra sair de casa, com uma roupa clara e impecável quando de repente…

O Dino dos Flinstones é uma gracinha, mas às vezes ele é inconveniente, não é mesmo? Eu conheço muitos Dinos por aí e já fui atender vários casos em que os pulos do cão impossibilitavam uma convivência saudável com as pessoas. Isso faz com que o cão viva isolado da família e para um animal sociável, viver sozinho é realmente muito ruim.

Por que é ruim quando os cães pulam?

kangaroo dog

Os cães geralmente não diferenciam os momentos em que podem pular nas pessoas, por exemplo quando você coloca a “roupa de guerra” ou quando está prontinho e limpo, saindo de casa. Quando o cão entende que é pulando que os humanos gostam de falar “Oi”, eles começam a pular em todas as pessoas, conhecidas e desconhecidas (se o cão for sociável com estranhos). Eles pulam em crianças, em idosos, em pessoas que gostam e em pessoas que não gostam de cães. Um cão que pula infelizmente não sabe se comportar em sociedade, em locais públicos e com muitas pessoas, porque em algum momento ele vai pular, vai subir nos móveis ou causar algum tipo de transtorno.

Como os cães se cumprimentam

Se você reparar como os cães se cumprimentam entre si, vai ver que os pulos não fazem parte do repertório de encontro. O encontro entre dois cães se dá com as quatro patas no chão, de preferência com eles rodando e se cheirando, olha só:

Essa é a maneira equilibrada de um cão falar “Oi”, sem euforia e sem sair do controle de tanta excitação. É lógico que quando a gente chega em casa nossos cães vão ficar felizes em nos receber, mas muitas vezes, as pessoas confundem a euforia e ansiedade com felicidade. Meus cães me recebem abanando o rabo e se mostram contentes mas eles não ficam eufóricos e descontrolados, pulando ou mordendo minha roupas.

Por que o cão pula?

O seu cão pula por uma única e simples razão: porque você faz carinho quando ele está pulando. Apenas isso, simples assim! Ou seja, esse comportamento de pular funciona para receber carinho.

Como fazer para meu cão parar de pular?

Para que seu cão pare de pular, é importante que toda a família deixe de fazer carinho na hora que o cão pula, apenas virando de costas sem falar nada e sem fazer festa quando os pulos ocorrem. Em casos mais extremos, é necessário sair do ambiente pois os pulos começam a machucar, esperar que o cão se acalme e depois voltar para interagir novamente.

Outra orientação que eu passo para as pessoas é para ter pedacinhos de ração ou petiscos nas mãos e assim que chegar no ambiente do cão, começar a jogar esses pedacinhos no chão e longe, pra que ele perceba que vale muito mais a pena buscar a recompensa do que pular em você. Fazendo isso com consistência e não fazendo carinho quando o cão pula já pode ser suficiente para acabar com esse hábito.

Em outros casos, é legal ensinar um comportamento incompatível com pular, um senta por exemplo. Então você faz a mesma coisa, já prepara os petiscos e quando vai encontrar o cão pede pra ele sentar (caso ele já tenha aprendido esse comportamento) e recompensa com a comida. Fazendo isso de forma consistente, o cão vai entender que sempre que você chega, ele ganha algo se sentar e quando esse comportamento estiver bem consistente, ou seja, depois de pelo menos três semanas fazendo isso todos os dias, você pode ir espaçando as recompensas alimentares e substituindo por carinho na hora que chega, aos poucos, até que consiga substituir completamente os petiscos por carinho. O seu carinho (na hora em que você chega em casa, depois de um tempo de privação de contato), é uma das maiores recompensas que existem para seu cão, mas lembre-se de não recompensá-lo com euforia!

Quando seu cão chegar nesse ponto*, comece a inserir ele novamente na rotina da família, coloque ele mais tempo dentro de casa, permita que ele receba as visitas e até te receba na porta quando você chega. Esse é um ganho muito grande de qualidade de vida para os cães. :)

* Caso você tenha muita dificuldade, sugiro que contrate um profissional de adestramento positivo, para que esse treino traga resultados rápidos e melhore a convivência com seu melhor amigo.

Gostou desse post?
Cadastre-se e receba todas as nossas dicas, artigos e tutoriais por email!
Conversa com a gente
  • http://blog Tatiane Nascimento

    A minha já não é assim,ela só fica olhando e late um pouco,mais pular nos outros assim não…beijo

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Que bom Tati!!! :) :)

  • http://www.issoaquiloetal.wordpress.com Julia Kubrusly

    Nunca tive cachorros (só gatos), mas já recebi muitas puladas dos cachorros dos outros. Eu não me importo, mas sei que tem gente que não gosta de cachorro, tem medo ou pode até se machucar e levar um tombo quando o cachorro é grande.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      É verdade Julia, isso acontece mesmo. Obrigada pelo seu comentário! :)

  • Claudinha

    Nossa, post mais nada a ver.
    Faltou assunto mesmo hein!
    Nota-se a decadência do blog pela queda no números de comentários…

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Olá Cláudia, tudo bem? Que pena que escreveu dessa forma! Veja os outros comentários e perceberá que é um assunto muito importante e que causa muitos transtornos para donos de cães, aliás essa é uma das maiores reclamações! No seu próximo comentário, sugiro que faça uma crítica construtiva e não destrutiva, no final isso acaba prejudicando você mesma. Tudo o que faço é com AMOR, dedicação e respeito. Abraços!

  • http://www.conexaomakeup.com.br Deise

    Interessante essa matéria. Mas minha cadela não é comilona então petiscos não funcionam com ela. Já tentei tudo isso e se eu viro as costas, ela morde meu cabelo! Arranha a porta e fica muito louca. Não sei mais oq fazer :(

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Olá Deise, poxa que chato!!! Se estiver com muitas dificuldades sugiro que contrate ajuda profissional. Entre em contato com a gente através do email contato@tudodecao.com.br.

      Beijos!! :)

  • Mari

    Nossa, queria que isso funcionasse com o meu cachorro. Já tentei várias vezes e ele pula sempre! Ele é um bulldog frances e , quando pula, realmente machuca. Minhas pernas já estão totalmente roxas. Minha avó não pode chegar nem perto dele. Tem pele sensível e tenho medo de ela se ferir

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Nossa Mari, que situação! Siga direitinho essas orientações e se mesmo assim ainda estiver difícil, sugiro que procure ajuda profissional. Entre em contato conosco através do email contato@tudodecao.com.br.

      Boa sorte! Beijos!! :)

  • Kelly

    Me ajuda Sara, eu tenho um canguru mas so quando eu to na cozinha fazendo comida ou comendo. Ele não para de pular e eh perigoso porque eu to com coisa na mao (ta, ele eh pequeno um york) mas as vezes eu me assusto. Isso me incomoda tanto que vc nem imagina, eu não sei como fazer para ele parar de pular em cima de mim quando eu to na cozinha.

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Olá Kelly,

      Nesse caso sugiro que você ensine um comportamento incompatível com pular, por exemplo ficar sobre a caminha, sentado ou deitado. Coloque a caminha dele do seu lado, primeiro sem estar na pia cozinhando mas sim sentada em uma cadeira na cozinha e vá jogando petiscos em cima da caminha. Vai chegar uma hora que ele vai subir e ficar lá em cima da caminha e se ele ficar por até 3 segundos, recompense com um pedacinho de comida (algo que ele possa comer ou a própria ração). Vá aumentando o tempo que ele espera para receber a recompensa, bem gradualmente, no máximo aumente 5 segundos de uma vez só (a cada repetição).

      Depois que ele estiver fazendo bem isso durante pelo menos 5 minutos, você começa a colocar a caminha do seu lado enquanto está cozinhando e começa recompensando com petiscos várias vezes, a cada 2 ou 3 segundos e depois vai espaçando até chegar em 5 minutos. Se policie para não dar a comida caso ele comece a latir pedindo, e sim quando esteja calmo, sentado ou deitado sobre a cama.

      Você pode ir aumentando depois, de 5 minutos até o tempo total que você demora para cozinhar, e assim que acabar de cozinhar vá lá e dê um petisco para ele, somente ao final (para isso ele precisa ter ido bem no treino anterior tá?).

      Outra coisa que pode ajudá-lo é dar um ossinho ou orelha de boi em cima da caminha, vai ajudar ele a esperar mais tempo enquanto rói.

      Faça esse treininho e me conte como está sendo? Boa sorte!! Beijos!

  • Kelly

    Sara ao contrario da nossa colega acima, os seus post estão me ajudando muito com o meu cãozinho o de hoje foi extremamente útil. Talvez a Claudinha não goste de cachorro, mas eh so não ler o post, tem outros assuntos no blog. O mudo não gira em torno de uma assunto so, isso eh coisa de gente bitolada.

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Olá Kelly, que bacana que os posts estão te ajudando, fico muito feliz em saber! Obrigada!! :) :) :)

  • Franci Pacheco

    As dicas são muito valiosas, como sempre.

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Obrigada Franci!! :)

  • Kelly

    Sara obrigada mesmo, vou pro em pratica esse método da caminha e a recompensa. Bjs

    • http://www.tudodecao.com.br Sara Favinha

      Oi Kelly que bacana!! Beijos!