Xixi e cocô fora de casa: crie uma rotina com o seu cão.

//Xixi e cocô fora de casa: crie uma rotina com o seu cão.

Xixi e cocô fora de casa: crie uma rotina com o seu cão.

Diferente de outros países, como os europeus, por exemplo, aqui no Brasil não existe muito a cultura de levar o cão para fazer xixi e cocô fora de casa. Mesmo os tutores que não têm quintal, muitas vezes preferem que o cãozinho faça dentro de casa – desde que a poça de xixi não esteja fora do lugar, é claro. 

No artigo anterior falamos sobre como ensiná-lo a fazer as necessidades no lugar certo em casa. Neste, você vai ver como ensiná-lo a fazer na rua e como combinar os aprendizados: fazer na rua quando passearem e no lugar certo dentro de casa no resto do dia!  

Xixi e cocô no passeio e em casa, no lugar certo.

No passeio, seu cão se exercita, estimula a mente, socializa e ainda faz xixi e cocô fora de casa, o que é bem conveniente para você, concorda?

Eu sei que por conta de uma rotina atribulada, às vezes é bem mais cômodo que o banheiro esteja dentro de casa, mas acredite, se você ensinar o seu cão a fazer xixi e cocô fora de casa, ainda vai garantir mais qualidade de vida a ele, já que envolve passear várias vezes ao dia, fazer exercício e, consequentemente, socializar.

Xixi e cocô fora de casa: rotina de passeio

A ideia é ensinar o cão a fazer xixi e cocô fora de casa, certo? Então, você precisa pensar que transformar isso em uma rotina demanda alguns cuidados e comprometimento da sua parte. Vamos a um passo a passo:

Retomando dicas dos artigos anteriores, a primeira coisa é você restringir o espaço do cão dentro de casa – quando você não estiver observando. E claro que nesse espaço você precisará colocar um banheiro emergencial – tapetinho higiênico ou jornal, no caso de ele realmente não aguentar segurar até a hora de sair. É fundamental que no período de adaptação dessa rotina você saia com ele pelo menos seis vezes por dia. Isso mesmo, no mínimo seis vezes!

O cão vai entender que o lugar principal de fazer xixi e cocô é a rua, então, com uma rotina fixa, ele vai segurar as necessidades. Isso acontece até mesmo por questões de higiene, já que ele não gosta de comer e dormir próximo de onde tem necessidades fisiológicas. Sempre gosto de destacar aquilo que se você acompanha o blog, já sabe, mas se é leitor novo, precisa saber: a medida que ele assimilar isso, você pode diminuir para 5 saídas por dia e fazer assim por uma semana.

Se o cão errar, você volta a sair seis vezes, se ele não fizer mais em casa, você pode diminuir para quatro vezes. É importante reforçar que menos de 4 vezes é pouco, então esse é realmente o limite mínimo. Além disso, se ele segurar tempo demais o xixi e o cocô, pode ter problemas de saúde como infecções urinárias. Ou seja, passeie bastante com o cão para que ele aprenda a fazer xixi e cocô fora de casa.

Outra coisa muito importante, é que você recompense o seu amiguinho todas as vezes que ele fizer necessidades na rua. Ele tem que realmente entender que acertou e que você está feliz com isso. Se ele estiver errando demais, talvez seja por conta dos horários que você sai com ele. Neste caso, anote os horários em que ele faz xixi e cocô, perceba o padrão e leve ele para passear levando isso em conta.

Xixi e cocô fora de casa: combinando as técnicas

E para combinar as duas técnicas, como falei no começo deste artigo, a orientação é criar uma rotina de passeio após as refeições, tanto de manhã quanto à noite, assim ele vai fazer as necessidades na rua nos dois momentos e em casa no resto do dia, como aprendido no artigo anterior. Assim, é bem possível que ele se acostume a fazer os cocôs fora de casa e apenas alguns xixis, ainda dentro, mas no lugar escolhido por você. Ótimo, né?

Fazer com que o seu cão faça xixi e cocô fora de casa não é tarefa impossível. Como eu disse, você precisa ter paciência e se comprometer a manter uma rotina fixa com ele. Ainda está com dúvidas? Conheça o portal Tudo de Cão Transforma, com aulas ao vivo, tira-dúvidas sobre educação sanitária e diversos outros assuntos interessantes.

E sabe o que é melhor? Você pode testar por 7 dias sem pagar nada! É só clicar aqui.

Mas se preferir um acompanhamento pessoalmente, também temos a solução. Para saber mais sobre o nosso serviço de adestramento em domicílio e para receber uma visita gratuita de um de nossos adestradores, clique aqui.

Grande abraço,

Marcelo Eckmann

2019-04-10T17:44:57-03:00 0 Comentários

Deixar Um Comentário